Sexualidade Feminina

Borda

 

Acredito muito que a Sexualidade Feminina vai muito além do orgasmo propriamente dito.

É uma caminhada de autoconhecimento, empoderamento e muitas descobertas da feminilidade, força, poder e sensualidade da mulher.

Como mulheres aprendemos muito a cuidar, a olhar para o outro, colocando muitas vezes as necessidades dos demais acima das nossas necessidades individuais, e esse desequilíbrio prejudica e afasta a mulher de uma vivência plena e saudável da sua sexualidade.

Quando você olha pra dentro, para as suas vontades, seus desejos, aos poucos se liberta de pressões e cobranças externas. Você se aceita e se permite mais.

Eu recomendo você olhar para dentro e perceber que a sexualidade é natural. Esse é o primeiro passo para ter um relacionamento melhor, começando consigo mesma.

Quando olhamos para dentro, conseguimos identificar e quebrar os bloqueios que se construíram ao longo da nossa história e assim podemos definir as estratégias e soluções que fazem sentido pra cada uma de nós.

Principais disfunções sexuais femininas:

Falta de Desejo Sexual

Consiste na diminuição ou ausência total de desejo sexual. A mulher não manifesta interesse por atividades sexuais ou eróticas preliminares e não sente desejo de iniciar a atividade sexual, podendo ocorrer o evitamento do contato físico íntimo. 

Fatores psicológicos tais como depressão, ansiedade, estresse, cansaço, entre outros, podem contribuir para a diminuição do desejo sexual da mulher. Conflitos no relacionamento conjugal, insegura, medo, vergonha, educação sexual repressora…  são alguns dos fatores que podem contribuir para esta dificuldade.

Perturbação da excitação sexual

Consiste na dificuldade em adquirir ou manter um estado de excitação sexual adequada até a consumação da atividade sexual, frequentemente expressa pela ausência ou diminuição da lubrificação vaginal.

Alterações endocrinológicas, por exemplo na amamentação e menopausa, podem conduzir a diminuição de lubrificação vaginal, assim como algumas doenças crónicas como a diabetes, doenças da tiróide, toma de determinados medicamentos ou tabagismo.

Fatores psicológicos como ansiedade, stresse e depressão, assim como fatores de ordem relacional como a falta de estimulação adequada do/a parceiro/a e deficiente comunicação, são alguns dos fatores que também podem contribuir para esta dificuldade.

Dificuldade de ter Orgasmo – ANORGASMIA

A mulher é toda orgástica!!!  Você já ouviu essa colocação?

Mas muitas de nós ainda não viveu essa experiência e tem muita dificuldade nesta fase da resposta sexual.

Esta disfunção consiste na dificuldade ou incapacidade persistente ou recorrente de atingir o orgasmo, após uma fase normal de excitação sexual. 

Atitudes negativas em relação à atividade sexual, conflitos no relacionamento, falta de conhecimento da anotamia feminina, falta de intimidade com seu próprio corpo, falta de intimidade com o parceiro, educação rígida, crenças limitantes são alguns dos fatores que podem influenciar negativamente a fase orgástica.

Algumas doenças neurológicas, alterações hormonais, uso de determinados fármacos, álcool e consumo de algumas drogas também podem influenciar

Dispareunia

Dor persistente na zona genital ou pélvica durante as relações sexuais. Embora a dor seja experimentada com maior frequência durante o coito, também pode ocorrer antes ou após a relação sexual.

Determinados fatores relacionais, conflitos psicossexuais, são algumas das causas que podem contribuir para que a mulher sinta dor na relação sexual, assim como problemas orgânicos como inflamações ginecológicas.

Vaginismo

Dificuldade da mulher em tolerar a penetração, devido à contração involuntária, recorrente ou persistente, dos músculos da vagina. 

Podem estar na origem do vaginismo fatores psicológicos e emocionais que incluem:

  • Falta de informação e crenças erradas ou negativas sobre a sexualidade (culpa, educação conservadora, necessidade de controle, dificuldade de entrega)
  • Inexperiência que pode conduzir a medos ou bloqueios e a uma resposta condicionada
  • Experiências prévias com dor.
  • Traumas

Curtiu? Compartilhe:

Wave

Contato

Ops! Verifique os campos marcados e tente novamente.
Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso.
Agende
Fácil

UNIDADE TORRES

(51) 3626-2936 (51) 98119 – 0002
R. Bento Gonçalves, 165/715 – Centro
SER Saúde Integrada
Agende
Fácil

UNIDADE CAPÃO DA CANOA

(51) 3626-2936 (51) 98119 – 0002
Rua Ararigbóia, 634 – Centro
Guerra Medicina Integrada
Wave